0

Alta no mesmo dia após intervenção coronariana percutânea: o 'próximo passo' na evolução da ICP

05/05/2016 19:03 - Equipe Área do Médico

Para alguns pacientes submetidos a intervenção coronariana percutânea (ICP), a alta no próprio dia é segura, mas ainda é subutilizada, de acordo com uma revisão clínica[1].

"Existem programas muito bem sucedidos fazendo quatro horas de observação após o procedimento, alguns fazendo seis horas; nosso grupo é um pouco mais conservador, fazendo oito horas. Eu acho que o momento ideal está em algum lugar entre estes valores", disse o Dr. Adhir Shroff, médico da University of Illinois, Chicago para o Medscape.

Os pesquisadores reuniram dados de cinco ensaios clínicos randomizados comparando a alta no mesmo dia à permanência em observação durante a noite depois da ICP, bem como estudos observacionais, diretrizes de metanálises e declarações de consenso publicadas entre 1995 e 2015.

A revisão constatou que a probabilidade de ocorrer complicação depois de seis horas após o procedimento é "extremamente baixa", e concluiu que um período de observação de quatro a seis horas após o procedimento é razoável para a maioria dos pacientes de baixo risco.

Globalmente, "há uma quantidade considerável de dados publicados revisados por pares, demonstrando que a alta no dia do procedimento para pacientes adequadamente selecionados é segura" e que não há aumento de episódios de eventos adversos, de acordo com o artigo publicado online em 30 de março de 2016 no JAMA Cardiology. "A alta no mesmo dia após a intervenção coronariana percutânea em casos de baixo risco é o próximo passo na evolução do procedimento", concluem os autores.

"Enquanto a alta no próprio dia da intervenção coronariana percutânea foi adotada em centros esparsos nos EUA, mais da metade dos procedimentos eletivos exige até 24 horas de observação", disse Shroff. Muitos médicos estão à procura de mais apoio na literatura para corroborar suas decisões clínicas, enquanto outros vivem uma lacuna de conhecimento ou uma inércia em relação à mudança de suas rotinas.

"Em todos os setores modernos de cateterismo ou procedimentos intervencionistas existem oportunidades e alguns pacientes que seriam elegíveis para a alta no mesmo dia; só é preciso ocorrer a mudança da cultura médica", disse ele.

Princípios gerais

Os autores detalharam cinco quesitos essenciais necessários para a implementação bem sucedida da alta no dia da intervenção coronariana percutânea:

  • Avaliação precisa da indicação de alta.

  • Excelentes resultados do procedimento.

  • Estabilização rápida e confiável do sítio do acesso vascular, permitindo a deambulação precoce e segura.

  • Prescrição correta de terapia antiplaquetária dupla.

  • Orientações ao paciente sobre o período após o procedimento, rotina de acompanhamento precoce e rastreamento dos desfechos.

O Dr. Shroff disse que eles se esforçaram para não ser excessivamente normativos em suas recomendações, pois os detalhes de cada programa precisam ser adaptados a cada centro ou grupo. Por outro lado, documentos anteriores, como a declaração de consenso da Society for Cardiovascular Angiography and Interventions de 2009 para a utilização adequada da alta no mesmo dia e tratamento ambulatorial nos laboratórios de cateterismo, contêm recomendações tão conservadoras que excluiriam a maioria dos pacientes submetidos atualmente ao procedimento, incluindo qualquer paciente com comorbidades crônicas ou acima dos 70 anos.

"Existem alguns pacientes com 75 anos de idade que são incrivelmente saudáveis e perfeitamente aptos a cuidar de si mesmos, então por que não deveríamos deixar as pessoas irem para casa"? indaga o Dr. Shroff. "Quisemos evitar exclusões arbitrárias sempre que possível e nos concentramos nos procedimentos sem complicações, com períodos de observação sem intercorrências".

Dito isto, ele ressaltou que cada programa de ICP deve ter um protocolo padronizado de alta no mesmo dia, em vez de cada médico ter o seu protocolo, e deve implementar protocolos de acompanhamento para assegurar a segurança do paciente.

"Anteriormente, os pacientes eram orientados sobre o seu procedimento e os cuidados no acompanhamento durante um período de 24 horas, e agora estamos dizendo que isso precisa acontecer num período de oito horas, então realmente temos que ser inteligentes e ter ferramentas para nos auxiliar", disse ele. Por isso, sua universidade agora está desenvolvendo um aplicativo para iPad a fim de ajudar a orientar os pacientes através de todo o processo.

Para os médicos que ainda não estão convencidos, o artigo detalha a potencial economia no caso da alta no mesmo dia, estimada entre 200 e 500 milhões de dólares por ano se metade dos pacientes submetidos à ICP nos EUA tiverem alta no mesmo dia. Em 2015, os reembolsos do Medicare para a ICP ambulatorial com um ou dois stents embebidos em medicamentos foram de 9.624 e 14.841 dólares, respectivamente.

Fonte:  Alta no mesmo dia após intervenção coronariana percutânea: o 'próximo passo' na evolução da ICP. Portal Medscape.

Veja também: VÍDEO - 5 passos para compreender os distúrbios da tireóide

Você pode se interessar por:

Curso de Tireóide

White icon 9a69e8f4e14534923dfbeae056bdb8e0921fc2fd3aeeed8bef94503484eb74c3

Equipe Área do Médico

Comentários